Return to site

Você sabe o que é um negócio social?

Conheça o setor 2,5 e saiba como a startup Praças aplica esse conceito para melhorar as cidades.

· Negócio Social,Negócio Impacto

O que é

A aparição dos Negócios Sociais está relacionada a um processo sociocultural que aconteceu, com o apoio da ONU, em vários países a partir das décadas de 1970 e 1980. Um negócio social é um novo modelo de empresa que faz oposição aos negócios tradicionais, em que o os resultados são focados no que maximiza os lucros de seus donos. Os negócios sociais carregam um valor que vai além do lucro cego, eles visam impactar positivamente uma esfera a partir de um modelo de negócio.

Uma visão definida por Muhammad Yunus, fundador do Grameen Bank (primeiro banco do mundo especializado em microcrédito) é de que os padrões da velha economia estão pouco a pouco sendo revistos diante das novas pressões socioambientais do Planeta. Assim, surge um tipo de investidor interessado em produzir um outro tipo de resultado, por meio de empresas que contribuam para um novo tipo de desenvolvimento. Esses são os negócios sociais.

"Quando você define o Negócio Social você está olhando simultaneamente para esses dois pontos: a necessidade de impacto social como atividade central e a geração de receita para auto sustento". - Tania Vidigal Limeira, professora da EAESP-FGV.

Os negócios sociais se caracterizam como organizações que têm, como atividade fim, gerar impacto social e, paralelamente, possuem atividades que geram receita que permitem sua sustentabilidade a curto, médio e longo prazo. Basicamente, a missão do negócio é sobreviver financeiramente, de forma que os objetivos do negócio estejam alinhados a resultados positivos. O lucro resultante acaba sendo reinvestido na própria organização para potencializar o crescimento e também o benefício social que ela causa.

Por essas características os negócios sociais se encaixam numa categoria denominada de Setor 2,5. Ele é considerado um intermediário entre o segundo (empresas) e terceiro setores (ONGs), sendo formado por empresas que têm, ao mesmo tempo, fins lucrativos e objetivos sociais inclusivos.

Inscreva-se na nossa newsletter

Principais objetivos

O setor 2,5 é composto pelos empreendedores que querem fazer algo de bom pela sociedade, mas por meio dos negócios e não de uma ONG. Os principais objetivos de um negócio social atendem aos seguintes critérios:

  • Foca na resolução de desafios sociais;

  • Cria impacto positivo em uma comunidade;

  • É sustentável financeiramente;

  • Gera lucro ao empreendedor, investidor

  • É inovador;

  • Cria valor e benefícios econômicos;

  • Promove inclusão;

  • Cria valor socioambiental

Outra premissa deste modelo de empresa é a de que os beneficiários participam da tomada de decisões. Três categorias de atuação das empresas sociais podem se observadas: as de integração ao trabalho; as que produzem produtos e serviços para comunidades de baixa renda; e as que favorecem o desenvolvimento social e econômico local promovendo a participação dos cidadãos e do governo local nas atividades. As empresas sociais possuem a consecução de metas econômicas e sociais com foco na busca de soluções inovadoras.

O Praças

O Praças é uma empresa do setor 2,5 pois possui como principal valor a participação social como ferramenta de mudanças urbanas. Para isso criamos a ferramenta de Adoção Colaborativa que permite que moradores, comerciantes e empresários adotem em conjunto uma praça. Acreditamos na importância desses espaços para a construção de cidades com mais qualidade e de vizinhanças mais conectadas.

Se engajar nessa iniciativa pode fazer a diferença na sua localidade. Venha conhecer a ferramenta disponibilizada pelo Praças. Ela pode ajudar você a melhorar o meio ambiente, a se conectar com as pessoas do seu entorno, e a gerar um impacto socioambiental positivo no seu bairro.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly