Return to site

3 lições valiosas que aprendemos trabalhando com praças

A experiência com o espaço público que nos move a aprender cada dia mais.

· Praça,Participação Social,Espaço Público

Os espaços públicos tem muito a nos oferecer. Além das opções de lazer, eles também podem funcionar como espaços de ensino fora de casa e da sala de aula. Separamos as 3 principais lições que aprendemos ao trabalhar com as praças.

1. Gestão de conflitos

Por ser um espaço público as praças abrigam todo o tipo de gente. Entendemos que a gestão desses espaços só é benéfica quando se oferece serviços que são úteis a quem as frequenta.

A diversidade de usos e de interesses pode ser um ponto importante de aprendizagem nas praças. Há quem goste de sentar no banco para ler, quem goste de se espalhar pela grama, levar o cachorro para brincar, ir se exercitar, passear com as crianças, etc.

O espaço público tem vários usuários e stakeholders. Chegar num acordo comum que faça sentido para todos é um desafio e aprendemos constantemente com os diálogos e opiniões diversas. Além dos usuários ainda deve haver uma comunicação entre o poder público, comerciantes e outros interessados no espaço englobando pessoas que pensam diferentes e que defendem interesses diferentes.

Com isso, aprendemos diariamente sobre os processos democráticos e sobre a importância da participação social para o resgate de memórias, respeito à história local e para a criação de praças mais funcionais e bonitas para as cidades.

2. As pessoas moldam o espaço

A presença das pessoas nos espaços é um dos principais fatores de influência na sua qualidade. Mesmo os melhores locais parecem enfraquecidos quando não há o fator humano. A presença social traz vida e movimento para os lugares, e essas qualidades geram novas perspectivas de uso e aproveitamento.

O aproveitamento social do espaço pode dar a ele características antes não pensadas. Colocar um slackline entre árvores e a praça se torna um local para a prática de esportes. Ao estender uma canga ou toalha pela grama temos um piquenique trazendo vida e comida pro espaço. Realizar um mutirão de limpeza pode reativar um espaço com aspecto abandonado, e muitos outros exemplos ilustram isso.

Diversas ações humanas podem ser benéficas para as praças e todos os dias aprendemos sobre a importância da ocupação dos espaços pelas pessoas, afastando medos e riscos que podem ser associados às praças.

Quando há pessoas nas praças temos uma menor sensação de insegurança. Zelar pelo espaço público garante a diminuição de fatores de risco, como violência, insegurança e mau uso, fatores esses que são os mais agravantes nas praças abandonadas. Jardins bem cuidados, plantas podadas, boa iluminação, lugares para se estar e brincar criam uma dinâmica diferente nas nossas queridas áreas verdes.

3. As praças moldam as pessoas

Os lugares também podem ser transformadores na vida das pessoas. O espaço público pode funcionar como uma extensão dos espaços privados, contando com o beneficio de abrigar toda a diversidade e multicultura que as cidades e a natureza incorporam.

Elas podem ser espaços de educação para as crianças, de prática de esportes para os atletas, de brincadeira para pets, de convívio para todos. Essa vasta heterogeneidade engloba toda uma vida social que se espalha pelas ruas e bairros evidenciando as diferenças e as semelhanças entre nós.

Além disso, as praças possuem diversas simbologias que trazem memórias para as pessoas. Quem não tem uma história de namoro no banco da praça? De uma partida de xadrez durante a tarde? O parquinho pode ter sido o local de origem daquela cicatriz antiga, as árvores se constituem dos pés em que as frutinhas eram colhidas, os jardins poderiam ser um local de passeio com a família.

Diversas lembranças podem ser construídas com carinho ao ar livre. Aprendemos que resgatar essa autoestima física das praças pode ser, portanto, um bom ponto de partida para integrar a sociedade.

Quer saber mais sobre como trabalhamos nas praças? Cadastre-se na nossa newsletter!

4. Bônus! - A praça é pública e sempre será

As praças sempre foram o espaço público destinado à trocas. Hoje em dia funcionam como um espaço promotor de encontros, convívio social de bairro e lazer. Promovem trocar culturais e podem servir como um local de expansão do conhecimento e do convívio social. Ampliando as atividades do bairro e trazendo movimento para as ruas.

Acreditamos que o espaço da praça é importante para embelezar os bairros e ser uma referência para as famílias e frequentadores. Por isso, aprendemos que acima de tudo ela é um espaço de liberdade onde se pode aproveitar ao máximo toda estrutura oferecida.

Nós, do Praças, temos orgulho de atuar em locais tão significativos. Esperamos em troca conseguir gerar novos adeptos que se importem com a preservação desses espaços nas cidades e que entendam que eles podem ser espaços de conversa, convívio e de melhoria da qualidade de vida.

Gostou? Deixe seu comentário:

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly