Return to site

O edifício Louveira

Um marco em frente a Villaboim

· villaboim

Breve resumo histórico do belo Edifício Louveira, uma galeria como fotos históricas e atuais e o grupo de moradores que querem revitalizar a Praça.

Inscreva-se na nossa newsletter das Praças

A história do edifício Louveira

Em meados do século XX a cidade de São Paulo passou por um período de crescimento proporcionado pela industrialização. Projetos de reestruturação urbana implantaram novas vias e transformações no ambiente urbano, foi assim que se iniciou a verticalização da área central. Nessa época o bairro de Higienópolis concentrava os palacetes mais elegantes de São Paulo. A tradição acompanhou o crescimento da cidade e na década de 40, com a verticalização das zonas centrais Higienópolis tornou-se endereço de prédios de alto padrão, muitos deles assinados pelos mais importantes nomes da arquitetura brasileira.

Fonte: Archdaily

A Praça Villaboim tem o privilégio de contar com uma dessas obras de arte. Construída por João Batista Vilanova Artigas o edifício Louveira se integra ao entorno com suas soluções de projeto. A edificação é pioneira do movimento moderno em termos de sistema construtivo, tipologia e linguagem. Inovou ao trazer à cidade avanços da Arquitetura Moderna Brasileira ao contribuir com ousada intervenção urbana, ao implantar entre dois blocos paralelos um espaço semi-público como local de convívio e prolongamento da praça lindeira. No momento os dispositivos legais preconizavam edifícios residenciais com recuos frontais e áreas livres no terreno, assegurando insolação e ventilação aos apartamentos.

Um marco em frente à Praça

Os blocos possuem sete e oito andares, singularmente implantados em um terreno de esquina. Em vez de ter sua fachada principal voltada para a entrada, acompanham o alinhamento da rua lateral, com as empenas voltadas para a Praça Villaboim; entre eles surge um pátio ajardinado cortado por rampa curva, servindo como acesso e "praça" interna. Tombado e bem conservado, destaca-se ainda hoje, por sua inserção cuidadosa e diálogo com o entorno, como exemplo da contribuição possível do nosso acervo de arquitetura moderna na requalificação da cidade.

Fonte: Archdaily

Fonte: Archdaily

Fonte: Revista Trip

É assim que o edifício Louveira mostra sua importância ao bairro e seu papel estonteante de emoldurar a Praça Villaboim com sua arquitetura modernista. A praça, também tombada pela Prefeitura enaltece seus aspectos culturais e históricos além de manter a integração com todo o entorno constituído não só pelo edifício Louveira como também pela praça Buenos Aires. Áreas importantes para a regulação ambiental local e para a manutenção de serviços ecossistêmicos.

Os amigos da Villaboim

Moradores do entorno da praça, preocupados em preservar essa rica área se juntaram com intuito de melhorar os aspectos locais e manter a praça segura, bonita e bem cuidada. Os Amigos da Villaboim, estão desde novembro de 2016 em campanha de Adoção Colaborativa, uma forma participativa de cuidar da praça e viabilizar as melhorias de que tanto precisa.  Conheça mais sobre esse projeto aqui.

Veja fotos do edifício Louveira

Imagens retiradas do site Archdaily

Crédito das informações:

http://revistacasaejardim.globo.com/Casaejardim/0,25928,EJE874868-2186,00.html
http://casa.abril.com.br/materia/sao-paulo-como-e-morar-no-edificio-louveira
http://www.docomomo.org.br/seminario%205%20pdfs/134R.pdf

Deixe seu comentário:

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly